• Glaucius Nascimento

Sabotadores Mentais

Atualizado: Fev 20

Como você se auto sabotagem | positiveintelligence.com

Você já ouviu falar em sabotadores mentais?

Sabe quando você está querendo se alimentar de forma saudável e de repente”ouve” uma voz interior dizendo: ‘pode comer besteira hoje, depois você faz o regime’. Ou quando você realiza atividade física e de repente escuta ‘faz atividade física hoje não, você está cansado(a)…’. Estas vozes internas são chamadas sabotadores mentais. Shirzad Chamine é o autor de uma importante obra sobre o assunto chamada Inteligência Positiva, é possível inclusive através do link abaixo realizar um teste para saber como está a sua inteligência positiva ou mesmo como estão os seus sabotares mentais.  Inteligência positiva é uma indicação do controle que você tem sobre sua própria mente e o quão bem sua mente age em seu próprio benefício.

Você pode reralizar o teste dos sabotadores mentais clicando AQUI

Vou listar resumidamente abaixo os principais sabotadores e como eles podem lhe atrapalhar na melhoria de sua saúde ou mesmo pra você mulher que deseja uma gravidez, parto e maternidade saudáveis.


2. O Insistente


4. O Hiper-Realizador

5. A Vítima 

A Vítima quer que você se sinta emotivo e temperamental como forma de ganhar atenção e afeto. Ela resulta em um foco extremo em sentimentos internos, principalmente os dolorosos, e pode muitas vezes resultar em uma tendência a se martirizar. As consequências são que você desperdiça sua energia mental e emocional, e os outros se sentem frustrados, impotentes ou culpados de nunca conseguirem fazer você feliz por muito tempo. A mentira da Vítima é que assumir a figura de vítima ou mártir é a melhor maneira de atrair cuidado e atenção para si mesmo. “- Meu Deus, tudo de ruim acontece comigo…”

6. O Hiper-Racional


8. O Inquieto


10. O Esquivo

Apesar deste texto ser especificamente sobre os sabotadores mentais, não posso deixar de escrever sobre o nosso guardião, nosso sábio. Precisamos sempre colocar ele à frente de nossas principais decisões, por isso descrevo sobre ele. Aliás este4 texto e com muitos mais detalhes você verá no drglaucius.com.br/sabio

O SÁBIO

Se seus Sabotadores representam seus inimigos interiores, seu Sábio representa a parte mais profunda e inteligente de você. Ele é a parte que pode se elevar acima da confusão e não permitir se deixar levar pelo drama e pela tensão do momento e nem ser vítima das mentiras dos Sabotadores. A perspectiva dele de qualquer desafio que você encara é que esse desafio ou já é uma dádiva e uma oportunidade, ou pode ser transformado nisso. Ele tem acesso a cinco grandes poderes da sua mente e os mobiliza para encarar qualquer desafio. Esses poderes residem em áreas da sua mente diferentes das que alimentam seus Sabotadores.

Os cinco grandes poderes do seu Sábio são:

1. Explorar com grande curiosidade e mente aberta;

2.Ter empatia consigo mesmo e com outros e levar compaixão e compreensão a qualquer situação;

3. Inovar e criar novas perspectivas e soluções fora dos parâmetros convencionais;

4. Navegar e escolher um caminho que melhor se encaixe em seus valores e missão mais profundos e básicos; e

5. Ativar e ter ações decisivas sem o tormento, a interferência e as distrações dos Sabotadores.

Se você usar seu Sábio para superar esses desafios, vai vivenciar sentimentos Sábios de curiosidade, compaixão, criatividade, alegria, paz e determinação consciente mesmo em meio à maior das crises. Você vai ver por si mesmo que seus Sabotadores nunca são necessários para superar nenhum desafio, apesar das mentiras que eles contam para justificar suas próprias existências.

TRÊS ESTRATÉGIAS PARA MELHORAR SEU QP Como mencionei antes, há uma conexão direta entre as diferentes regiões e funções do cérebro, dependendo se você está em seu modo Sabotador ou Sábio. Os Sabotadores são alimentados primordialmente por regiões do seu cérebro que se concentravam inicialmente em sua sobrevivência física ou emocional. Vamos chamar essas regiões de Cérebro Sobrevivente. O Sábio se baseia em regiões completamente diferentes do cérebro, que vamos chamar de Cérebro QP. Esse enlace de cérebro Sabotador-Sábio resulta em três estratégias distintas, porém relacionadas, para melhorar seu QP:

1. Conhecer e enfraquecer seus Sabotadores;

2. Fortalecer seu Sábio; e

3. Fortalecer os músculos do seu cérebro QP.

Origem dos Sabotadores


Os sabotadores começam como nossos guardiões para nos ajudar a sobreviver às ameaças reais e imaginárias à nossa sobrevivência física e emocional quando crianças. No momento em que somos adultos, não precisamos mais deles, mas eles se tornaram habitantes invisíveis de nossa mente.

Os padrões dos nossos Sabotadores de pensar, sentir e reagir se tornam codificados em nosso cérebro através de caminhos neurais. Quando essas vias neurais são acionadas, somos “sequestrados” por nossos Sabotadores e sentimos, pensamos e agimos usando seus padrões.

Nossas personalidades únicas acabam influenciando qual Sabotador cúmplice desenvolvemos. Duas dimensões de nossa personalidade em particular têm efeito: nossas motivações e nossos estilos pessoais de lidar com desafios. Agora vamos explorar essas duas dimensões para ver como afetam a determinação de qual Sabotador se desenvolve.

Os 9 cúmplices de cúmplice do juiz são classificados com base em sua motivação e estilo.

Motivação Há três motivações primárias que servem de base para nossas necessidades de sobrevivência emocional. Cada pessoa tende para uma dessas três motivações: 1.Independência: uma necessidade de limites em relação aos outros e de manter independência deles. 2.Aceitação: uma necessidade de manter uma imagem positiva aos olhos dos outros, de ser aceito por eles e conquistar a afeição deles. 3.Segurança: uma necessidade de controlar as ansiedades da vida e afastá-las ou minimizá-las.

Todos nós somos guiados por cada uma dessas motivações até certo ponto. A questão é: qual delas é sua motivação principal? Como muito da formação do Sabotador é subconsciente, você não pode necessariamente contar com sua mente racional para responder essa pergunta. Não se preocupe em descobrir a resposta agora. Estilo Você manifesta um dos três estilos diferentes para satisfazer sua necessidade básica de independência, aceitação ou segurança: 1. Afirmar: esse é o mais ativo e controlador dos três estilos. Você toma atitudes que exigem a realização da sua necessidade principal de independência, aceitação ou segurança. 2.Conquistar: você se dedica para conquistar a realização da sua necessidade de independência, aceitação ou segurança. Isso se contrasta com a natureza mais “exigente” do estilo Afirmar. 3.Evitar: você se afasta ou afasta sua atenção das atividades, pensamentos, sentimentos, ou outras pessoas para realizar sua necessidade de independência, aceitação ou segurança.

Mais uma vez, não se preocupe a essa altura em descobrir qual desses três estilos é dominante em você. Isso pode ser avaliado atravbés de um treinamento mais específico. O mais importante nesse momento é entender o que está sendo escrito .


Conheça os seus sabotadores de maneira mais detalhada:


O juiz (Crítico Interno), o mestre sabotador

CRÍTICODescriçãoAcha defeitos em si mesmo, nos outros e nas circunstâncias. Provoca a maior parte da nossa decepção, raiva, arrependimento, culpa, vergonha e ansiedade. Ativa Sabotadores cúmplices.CaracterísticasEm si mesmo: se atormenta por erros passados e falhas atuais. Nos outros: se concentra no que está errado nos outros, em vez de apreciar as coisas boas. Faz comparações do que é superior e inferior. Circunstâncias: insiste que uma circunstância ou resultado é “ruim” em vez de ver como dádiva e oportunidade.PensamentosO que há de errado comigo? O que há de errado com você? O que há de errado com minha circunstância ou com esse resultado?SentimentosToda culpa, arrependimento e decepção vêm do Crítico. Muito da raiva e da ansiedade é instigado pelo Crítico.Mentiras para justificarSe eu não pressionar, você vai ficar preguiçoso e acomodado. Se eu não punir você pelos seus erros, você não vai aprender com eles e vai repeti-los. Se eu não botar medo em você sobre maus resultados futuros, você não vai dar duro para impedir que aconteçam. Se eu não criticar os outros, você vai perder sua objetividade e não vai proteger seu interesse próprio. Se eu não fizer você se sentir mal em relação a resultados negativos, você não vai fazer nada para mudá-los.Impacto em si mesmo e nos outrosO Crítico é o Sabotador mestre e a causa original de boa parte de nossa ansiedade, aflição e sofrimento. Também é a causa de muitos conflitos de relacionamento.Função original de sobrevivênciaUma tendência em reparar, exagerar e reagir ao negativo é uma estratégia de sobrevivência central. Ela reduz nossas chances de sermos surpreendidos e afetados por perigos não previstos à nossa sobrevivência física e emocional. Por causa dessa função chave, o Crítico é o Sabotador universal compartilhado por todos, independente das circunstâncias do nosso crescimento.



Esquivo (Avoider)


Controlador


Hiper-empreendedor / Hiper-realizador (Hyper-Achiever)

HIPER-REALIZADORDescriçãoDependente de desempenho e realizações constantes para respeito próprio e autovalidação. Altamente concentrado em sucesso externo, o que leva a tendências workaholic insustentáveis e perda de contato com necessidades emocionais e de relacionamento mais profundas.CaracterísticasCompetitivo, atento a imagem e status. Bom em disfarçar inseguranças e mostrar uma imagem positiva. Adapta a personalidade para se encaixar ao que seria mais impressionante para os outros. Orientado para os objetivos e com traços de vício em trabalho. Mais dedicado a aperfeiçoar a imagem pública do que à introspecção. Pode se autopromover. Mantém as pessoas a uma distância segura.PensamentosPreciso ser o melhor no que faço. Se não posso ser excelente, nem vou me dar ao trabalho. Devo ser eficiente e eficaz. As emoções atrapalham o desempenho. O foco tem que ser no pensamento e na ação. Posso ser qualquer coisa que queira. Sou valioso enquanto for bem-sucedido e os outros pensarem bem de mim.SentimentosNão gosto de insistir em sentimentos por muito tempo. Eles me distraem na realização de objetivos. Às vezes me sinto vazio e deprimido, mas não passo muito tempo pensando nisso. Preciso me sentir bem-sucedido. É isso que importa. Sinto-me valioso por meio de minhas realizações. Posso ter medo de intimidade e vulnerabilidade. A intimidade com outros pode permitir que eles vejam que não sou tão perfeito quanto a imagem que divulgo.Mentiras para justificarO objetivo da vida é alcançar realizações e produzir resultados. Mostrar uma boa imagem me ajuda a alcançar resultados. Sentimentos são apenas uma distração e não ajudam em nada.Impacto em si mesmo e nos outrosA paz e a felicidade são fugazes e efêmeras em breves celebrações de conquistas. A autoaceitação é continuamente condicionada ao próximo sucesso. Perde contato com sentimentos mais profundos, o eu mais profundo e a capacidade de se conectar intimamente com outros. Os outros podem ser atraídos para o turbilhão de desempenho do Hiper-Realizador e se tornarem similarmente desequilibrados em seu foco na realização externa.Função original de sobrevivência Para o Hiper-Realizador, a autovalidação, a autoaceitação e o amor próprio são condicionais — estão condicionados ao desempenho contínuo. Isso costuma ser resultado de validação condicional ou completamente ausente de figuras paternas. Mesmo com pais amorosos e que demonstram aprovação, é fácil as crianças terem a sensação de que são amadas em troca de conquistas, de obediência a regras, de ter boas maneiras etc em vez de incondicionalmente.



Texto adaptado do livro Inteligência Positiva e do site https://www.positiveintelligence.com/

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo