• Glaucius Nascimento

Disponibilidade Obstétrica, Produtos e Serviços

Atualizado: Fev 20


Obstetrícia é uma especialidade médica imprevisível que se torna muito mais segura e agradável quando estamos preparados para estas surpresas.

Independente do seu acompanhamento comigo ou não, é fundamental que tenha confiança na sua equipe de assistência. E eu espero que a sua experiência com a obstetrícia seja muito marcante, de forma bastante positiva.

Eu preciso escrever sobre um tema um pouco complicado e controverso, a disponibilidade obstétrica. Eu preciso que você entenda que do mesmo jeito pra diversos produtos e serviços, não é a mesma coisa você ser atendido no horário do expediente ou na madrugada, com uma equipe ou com outra equipe. E vou ser sincero: eu adoro trabalhar com a minha equipe, para mim é muito mais seguro. Mas para conseguir ter esta disponibilidade, esta equipe, isto tem um preço.

Não, de forma alguma escreverei aqui sobre monetização, quero apenas que entenda que nós obstetras empenhados, que atendemos urgências e emergências, que acompanhamos gestante em trabalho de parto ou mesmo gestantes de alto risco literalmente abrimos mão de estar com a família, amigos, de viajar, de passear. Isso tem um preço que nem consigo quantificar. Mas a gratidão em acompanhar casais que possuem tanta confiança no nosso trabalho, faz com que exerçamos nossa profissão sem a remuneração financeira que desejamos, merecemos e que seria justo.

Ressalto mais uma vez, não escreverei sobre o preço de minha assistêncai aqui neste texto, apenas quero que você reflita se é a mesma coisa você realizar o seu trabalho de forma eletiva ou de urgência, durante o dia ou na madrugada, dia de semana ou final de semana, no seu consultório ou num hospital, com ou sem previsão de término, que precisa cancelar ou não seu turno de trabalho ou seus compromissos, pior, nós não sabemos nem com quem iremos trabalhar durante as urgências, quem estará também disponível para nos ajudar.

Estas são algumas das grandes dores do atendimento obstétrico e porque muitos médicos não optam pela obstetrícia. Mas vamos para a resolução dos problemas? Sim, temos uma solução simples: Ter uma boa equipe de assistência que trabalhe unida e seja remunerada de forma justa pelo trabalho. Quando você paga pela consulta do seu profissional (qualquer área: psicólogo, nutricionista, fisioterapeuta, advogado, consultor financeiro, coach), você não compra a sua liberdade, sua vida pessoal, você paga por um bom atendimento.

Preços reais:

E pra quem pensa que obstetra recebe bastante vou colocar aqui uma tabela dos procedimentos pagos por um plano de saúde atendido por Obstetras aqui em Pernambuco (você pode confirmar clicando AQUI ):

PARTOS E OUTROS PROCEDIMENTOS OBSTÉTRICOS  (Acessado em Outubro de 2020)

3.13.09.02-0      R$ 219,70  ASPIRACAO MANUAL INTRA-UTERINA (AMIU) POS ABORTAMENTO         3.13.09.03-8      R$184,60 ASSIST AO TRAB PARTO POR HORA(ATE LIMITE DE 6 HORAS)     3.13.09.04-6      R$271,70  CERCLAGEM DO COLO UTERINO (QUALQUER TECNICA)        3.13.09.05-4       R$ 703,29 CESARIANA (FETO UNICO OU MULTIPLO)        3.13.09.06-2       R$ 219,70 CURETAGEM POS ABORTAMENTO        3.13.09.12-7        R$ 746,18 PARTO (VIA VAGINAL)         

Os honorários do obstetra auxiliar estabelecidos pelos planos de saúde corresponde a 30% do valor do obstetra principal, assim o obstetra auxiliar de acordo com a tabela do plano de saúde acima recebe R$210,90 pelo auxílio cirúrgico de uma cesariana ou R$ 65,91 pelo auxílio cirúrgico numa cerclagem cervical uterina.

Você trabalharia pra receber os honorários acima estabelecidos e em caráter emergencial? Vale a pena sair de casa de madrugada ou no final de semana para receber estes honorários?

Acredite, esta não é a pior tabela de honorários médicos do obstetra se você clicar AQUI terá acesso a uma tabela de honorários pior ainda. Por esta tabela o obstetra recebe R$ 562,86 por uma cesariana e R$ 536,85 por um parto normal.

As tabelas acima foram colocadas de maneira aleatória, não representa as tabelas de honorários dos planos de saúde que atendo, mas servem apenas para reflexão. Por razão contratual, não posso expor os honorários médicos que recebo dos planos de saúde aos quais sou credenciado.

Se quiserem entender sobre os preços em outros locais recomendo os seguintes artigos:

Preço do parto varia enormemente ao redor do mundo; veja quanto BBC news 06/03/2015 09h13

Quanto custa um parto com ou sem plano de saúde Publicado em 07/07/2020. Autor: Jeniffer Elaina da Silva

hParto em hospital particular pode custar o valor de um carro/  Por Priscila Yazbek Publicado em: 06/12/2013 às 08h44

Vou listar aqui os principais procedimentos que são realizados em caráter eletivo ou de urgência e emergência:

  1. Parto Cesariano eletivo: Nossa equipe recebe os honorários pelo plano de saúde, caso possuamos os convênios (drglaucius.com.br/convênios) ; também posso receber honorários de outros planos de saúde se o procedimento for realizado no Hospital Memorial São José. O único pagamento a ser realizado, permanecendo o cliente na acomodação do seu tipo de plano de saúde é o valor do instrumentador.

  2. Parto Cesariano de urgência: se for nos nossos turnos de cirurgia, não cobramos a disponibilidade obstétrica, caso contrário, cobramos no máximo o valor da disponibilidade do obstetra auxiliar.

  3. Curetagens, Aspirações Manuais Intrauterinas, Cerclagens: se forem agendadas nos nossos turnos de cirurgia, não cobramos disponibilidade, apenas o valor do instrumentador. Caso contrário, nas urgências e emergências ou mesmo nos finais de semana, a disponibilidade precisa ser acordada em consulta.

  4. Assistência ao trabalho de parto e parto normal ou cesariano de urgência pelo plano de saúde: Deve ser realizada pelo obstetra plantonista. Ou se você estiver realizando o acompanhamento com um colega que se disponibilize a realizar o acompanhamento pelo plano de saúde. Não tenho equipe para este tipo de assistência. Os colegas que trabalham comigo só realizam assistência ao trabalho de parto e parto normal, em regime particular.

  5. Assistência ao trabalho de parto e parto normal ou cesariano pela equipe do Dr. Glaucius Nascimento: Agendar consulta para planejamento de parto. Referencio em geral as maternidades dos Hospital Memorial São José, do Hospital Esperança e do Hospital Geral Materno-Infantil (HGMI), este último para pacientes do plano de saúde UNIMED. Nesta consulta médica, combino o valor da disponibilidade obstétrica de minha equipe. O ideal é elaborarmos um planejamento para assistência ao trabalho de parto e parto em consulta isolada do pré-natal. Como vocês sabem, sou obstetra e especialista em medicina fetal. Realizo diversos procedimentos em obstetrícia (incuindo a assistência ao trabalho de parto) com equipamento portátil de ultrassonografia com Doppler, o que traz ao meu ver, uma maior segurança na monitorização fetal durante o trabalho de parto.

  6. Internamentos de Gestantes: Recomendo o Hospital Memorial São José pois possuo contato com todos os plantonistas de lá. Não sou remunerado por acompanhar pacientes internadas, exceto no HGMI. Ofereço três evoluções como cortesia para minhas pacientes. A partir do quarto dia cobro o acompanhamento obstétrico (preciso receber algum honorário para justificar o meu trabalho, tempo, gasolina, deslocamento) . Para internamentos mais prolongados (mais de 10 dias), faço um preço mais em conta.

  7. Doulas, enfermeiras obstetras, fisioterapeutas: considero este acompanhamento fundamental. Além da contratação destes profissionais, vale a pena marcar encontros presenciais (remunerados) para alinharmos como será nossa assistência. A Doula Vivienne já conhece meu trabalho, é a profissional que recomendo por já estar alinhada comigo.

  8. Instrumentador Cirúrgico: Luís Felipe é o meu principal instrumentador e também é enfermeiro obstetra. Existe o valor da instrumentação cirúrgica eletiva (agenda) e de urgência.

  9. Cursos de Gestantes, Preparo Psicofísico para o parto: considero bem importante, quando elaborado por excelentes profissionais e alinhados com a nossa metodologia. Gosto de saber da opinião das clientes quando realizam tais cursos. Em breve e com a graça de Deus, elaborarei meu curso  próprio.

  10. Violência Obstétrica: sou totalmente contra, como também sou totalmente contra à violência contra o obstetra.

  11. Coaching em Obstetrícia: realizo este tipo de atendimento online, agendando com minha secretária.

  12. Pediatra da Equipe de urgência: Nossas pediatras ficam de sobreaviso por um valor acordado com as mesmas. Agende a consulta com a pediatra que você escolher para acompanhar seu filho(a).

  13. Se fizer questão de um plano de parto assinado, também recomendo um contrato de prestação de serviços obstétricos assinado pelo obstetra, sua cliente, seu acompanhante e a testemunha necessária

Seguem abaixo dois posicionamentos da FEBRASGO sobre Disponibilidade Obstétrica e Sobreaviso remunerado e sobre Cuidados Gerais na Assistência ao Trabalho de Parto e Parto.

Posicionamento FEBRASGO Disponibilidade Obstétrica

Posicionamento FEBRASGO – Cuidados Gerais na Assistência ao trabalho de parto e parto

Eu, Glaucius Nascimento, sou a favor da assistência obstétrica ao trabalho de parto e parto (normal ou cesariano) assistido por pelo menos dois Obstetras. Neste cenário, o neonatologista é necessário para os cuidados com o recém-nascido e o anestesiologista pode realizar anestesia para o  parto normal (caso a parturiente deseje) ou para cesariana. O corpo clínico da enfermagem também faz parte da equipe e é fundamental. Outro profissionais como doulas, enfermeiros obstetras ou fisioterapeutas também são importantes, num cenário de humanização e respeito aos múltiplos saberes, à transdisciplinaridade. 

Segue abaixo um bom texto sobre o assunto escrito pelo Dr. Carlos no site da  FEBRASGO e disponível no link https://www.febrasgo.org.br/en/component/k2/item/694-recomendacoes-febrasgo-para-temas-controversos

Disponibilidade e Sobreaviso Obstétrico

Relator

Carlos Henrique Mascarenhas Silva

Hospital Mater Dei, Belo Horizonte, MG

A Obstetrícia é provavelmente a única especialidade médica que tem um evento envolvendo assistência de equipe médica que obrigatoriamente irá ocorrer, mas ao mesmo tempo é impossível sabermos ou prevermos o que dia e o horário certo que ele irá acontecer. Este evento é o Parto vaginal ou o Parto Cesárea.

Há mais de 20 anos a Assistência Obstétrica, na medicina suplementar, está organizada de forma que uma paciente pode escolher o médico que fará o seu parto. Muitas vezes será o mesmo médico que faz o seu pré-natal, ou alguém indicado por ele, para substituí-lo. Diversos motivos estão envolvidos nesta escolha, o mais forte deles talvez seja a confiança adquirida ao longo dos nove meses de encontros e conversas sobre a gravidez e o parto durante o acompanhamento pré-natal.

Entretanto, nesta relação de escolha pela paciente do médico que fará seu parto, existe um trabalho que é executado ao longo de toda a gestação e que não tem uma remuneração estabelecida por nenhuma das OPS, e também não está no Rol de Procedimentos de cobertura obrigatória da ANS, que é o sobreaviso ou disponibilidade do médico, à pedido de sua paciente, para que fique à disposição para quando esta precisar. Ficar à disposição precisa e deve ser remunerado.

Quando uma paciente solicita e combina com o seu médico, para que este faça seu parto, são desencadeadas uma série de medidas para organizar e estruturar a garantia, dada por parte deste profissional, de que ele estará disponível para fazer o parto desta paciente. Férias, congressos, viagens e festas são mudadas e adaptadas para que esta presença seja garantida. Ele ficará acessível e disponível para esta paciente.

O Obstetra que combinou com sua paciente de ficar de sobreaviso e à sua disposição para ir à Maternidade quando for chamado precisará cancelar todas as suas atividades agendadas, cancelará todo o seu consultório, deixará de ir a eventos familiares e sociais. Ele assumiu um compromisso de estar presente, para assistir sua cliente, em um evento completamente aleatório e incerto.

É importante e indispensável aqui ressaltarmos que, um ato médico é a disponibilidade obstétrica, realizada e oferecida ao longo de toda a gestação. Outro ato é assistência ao parto e o parto vaginal/cesárea, este iniciado quando a paciente se interna em uma Maternidade para ter seu filho(a). Este segundo “trabalho”, como dito, já tem sua remuneração fixada, negociada e paga aos médicos pelas OPS. Mas o primeiro serviço prestado não tem esta previsão de cobertura e remuneração de honorários.

Temos de lembrar ainda de um importante preceito da Bioética, que é a Autonomia do Paciente. O princípio da autonomia requer que os indivíduos capacitados de deliberarem sobre suas escolhas pessoais, devem ser tratados com respeito pela sua capacidade de decisão. As pessoas têm o direito de decidir sobre as questões relacionadas ao seu corpo e à sua vida. Quaisquer atos médicos devem ser compartilhados, escolhidos e autorizados pelo paciente. A gestante e seu marido tem o direito de escolher o Médico que que vai ficar disponível para o momento que ela precisar. Nossas clientes tem plena capacidade de escolher e decidir se querem ou não contratar a disponibilidade de seu Médico Obstetra.

O Código de Ética Médica, em seu capítulo 2, artigo X diz que é direito do médico “estabelecer seus honorários de forma justa e digna”. É exatamente isso que os Obstetras em todo o Brasil fazem quando combinam com suas pacientes os honorários médicos para a Disponibilidade Obstétrica.

Em 8 de novembro de 2012 o Conselho Federal de Medicina publicou o parecer 39/2012. Este parecer foi uma importante ferramenta de orientação e normatização, sobre a forma de se fazer esta cobrança.

Naquela época o CFM definiu as bases legais para este acordo feito entre médicos obstetras e as suas pacientes/clientes:

1. somente poderão realizar a cobrança de honorários pelo sobreaviso/disponibilidade os médicos que residem em cidades que possuam atendimento obstétrico privado organizado de forma que as maternidades privadas credenciadas pelas Operadoras de Planos de Saúde contem com médicos obstetras de plantão 24 horas, todos os dias da semana.

2. as pacientes devem ser avisadas na 1a consulta sobre esta forma de trabalho, deixando claro que este acordo e contratação são voluntárias e que caso não queiram fazer tal contratação deverão procurar o médicos plantonistas das maternidades no momento do parto. Um termo de consentimento livre e esclarecido deve ser fornecido e assinado, esclarecendo todas as dúvidas, inclusive o valor destes honorários.

3. Deve ser garantido a manutenção das consultas de pré-natal com o médico obstetra escolhido pela paciente, mesmo que esta faça a opção de ter seu parto com o médico plantonista, devendo todos os dados relativos aos cuidados prestados inseridos no cartão de pré-natal.

Complementarmente, fazemos as seguintes orientações:

– os médicos obstetras de cidades que não possuem Maternidades com plantões em obstetrícia organizado da forma acima devem trabalhar localmente para que tais Maternidades e as Operadoras locais providenciem este tipo de atendimento,

– é importante que todos os médicos obstetras observem as questões legais dos Estados em que residem, verificando nas federadas regionais da Febrasgo eventual impedimento a esta cobrança,

– A cobrança de honorários deve ser única, pelo menos até que novos posicionamentos buscados por algumas Federadas regionais e a Febrasgo sejam obtidas.

Precisamos deixar claro de uma vez por todas que não há nada de indevido quando a gestante deseja escolher um médico específico para auxiliá-la no seu parto, desde que essa decisão seja feita de acordo com as normativas existentes. O atendimento personalizado com a escolha de horários além dos estabelecidos previamente integra a medicina privada e, por isso, a precificação é de autonomia de cada profissional.

O sobreaviso médico e a sua disponibilidade na obstetrícia resultam em um honorário médico distinto e separado, que remunera o serviço do Médico ao longo de uma gestação, quando combinado e acordado com sua paciente.

Por ser de livre escolha, as Operadoras de Planos de Saúde não são responsáveis por oferecer a cobertura assistencial e não devem ser responsabilizadas pelo reembolso destes valores. Em Belo Horizonte e em outras cidades mineiras, essa relação ocorre, na maioria das vezes, sem problemas e é isso que devemos buscar: uma relação transparente que garanta a opção de escolha, contribuindo para que cada paciente opte pela forma da assistência médica que quer em seu parto.

O que ofereço no meu pré-natal:

  1. Atendimento de Pré-natal com ultrassonografia realizado por médico obstetra com certificado de atuação em medicina fetal

  2. Acesso a sites específicos (140), vídeos no nosso canal do Youtube (141)

  3. Grupos de WhatsApp por trimestre de gravidez

  4. Orientações via WhatsApp (principalmente para análise de exames de urgência ou intercorrências em que necessite de uma resposta rápida antes da consulta de pré-natal)

  5. Telefone Pessoal disponibilizado na primeira consulta

  6. Parto Cesariano via plano de saúde e quase sempre também na urgência

  7. Sobreaviso gratuito para cesariana de urgência

  8. Assistência ao parto normal com Segurança, Humanização e Tecnologia (apenas particular)

  9. Ultrassonografia intraparto, procedimentos guiados por ultrassonografia

  10. Assistência ao Parto geralmente em 3 Hospitais do Recife, raramente em mais um quarto hospital e muito raramente em um quinto hospital

  11. Equipe Médica Diferenciada

  12. Anestesista Preceptor da Sociedade Brasileira de Anestesiologia e referência em assistência obstétrica no Estado

  13. Instrumentador Cirúrgico, enfermeiro Obstetra

  14. Obstetra auxiliar com mais de 40 anos de experiência

  15. Neonatologistas experientes e com título de especialista

  16. Diversos Profissionais interligados a esta rede de assistência

  17. Mais assistência e orientações, menos contratos e burocracias desnecessárias

  18. Honorários combinados verbalmente

O que não ofereço no meu pré-natal

  1. Assistência ao trabalho de parto e parto normal (ou cesariana após assistência ao parto normal) via plano de saúde. Para isso, não consigo reunir profissionais da minha equipe para assistência de qualidade via plano de saúde. Não compensa sair de casa de urgência para receber honorários de plano de saúde .

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo